2 de fevereiro de 2012

A Tulipa Negra - Alexandre Dumas

Vamos sair um pouco do moderno!! Este foi um dos poucos "clássicos" em que eu apreciei e confeço que, se o tivesse a mão neste momento, o leria tudo de novo. Este livro foi escrito em 1850 por Alexandre Dumas. Fala de um jovem botânico chamado Cornélio Van Baerle, de sua luta por justiça, de um romance incerto e do sofrimento que ele passou na prisão por ser acusado de um crime que não cometeu. Mas... vou parar de conta o livro!! Abaixo está a sinopse: 

*Sinopse: "A cidade de Haarlem nos Países Baixos abre um concurso com um prêmio de 100 000 moedas de ouro para premiar o cientista que consiga produzir uma tulipa negra. Isto da origem a uma competição entre os melhores botânicos do país para ganhar o dinheiro, a honra e a fama. O jovem burguês Cornélio Van Baerle quase sucedeu, quando é jogado de repente na prisão. Lá conhece a bonita Rosa, filha do guarda da prisão, que será seu conforto, ajuda e no final sua salvação.O botânico Cornélio Van Baerle é injustiçado por questões políticas, pois um concorrente, seu vizinho (Isaac Boxtel) decide investir contra ele, porque descobre que ele tem relação com o odiado e perseguido Cornélio De Witt, então ele vai para a prisão onde se passa a melhor parte de seu romance com Rosa, a inveja de um homem que deseja seus brotos de tulipa negra, conduz o enredo à trama entre o prisioneiro injustiçado e seus inimigos, neste ponto essa obra se assemelha ao Conde de Monte Cristo, outra obra do autor."

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Tulipa_Negra

BOA LEITURA!!


by. Isabele 

6 comentários:

Anônimo disse...

"sofre-se tanto na vida q ninguem pode dizer de fato q é uma pessoa feliz" lembro-me bem esta foi a última frase da instigante história q pude apreciar por mais de três vezes, de todos as obras romanticas q li este este foi um dos melhores.

Isabele Alves disse...

Realmente foi o melhos mesmo!!
Um dia ele ainda fará parte da minha coleção *-*

Abraços...

Anônimo disse...

oi

Anônimo disse...

Amo esse livro... já li 12 vezes dentro de três semanas e não me canso!

Fátima Cunha disse...

Excelente. Romance, onde a falsidade e a inveja esbarram no AMOR, que nasce assim como a flor perfeita, na situação mais adversa.

Fátima Cunha disse...

Excelente. Romance, onde a falsidade e a inveja esbarram no AMOR, que nasce assim como a flor perfeita, na situação mais adversa.

Postar um comentário

Ola! Tem alguma dúvida? Então comente...
Ficaremos felizes de saber a sua opinião e iremos lhe responder assim que possivel então... fiquem atentos. :D
Mas calma, chingamentos e palavrões não são permitidos ok?!
Bjinhos...