11 de setembro de 2014

Gone (Livro 1) - Michael Grant


*Sinopse: "Em um piscar de olhos, todos com mais de 14 anos desaparecem. Restam adolescentes. Pré-adolescentes. Crianças. Nenhum adulto. Nenhum professor, policial, médico ou responsável. Linhas de telefone, redes de televisão e a internet param de funcionar. Não há como pedir ajuda. A fome é intimidante e a violência começa. Os animais parecem estar se transformando, e uma criatura sinistra está à espreita. Os próprios adolescentes estão ficando diferentes, desenvolvendo novos talentos: poderes inimagináveis, perigosos e mortais, que crescem dia após dia. É um mundo novo e assustador. É preciso escolher um lado — e a guerra é inevitável."

A série Gone foi escrita por Michael Grant, teve seu primeiro livro lançado em 2008 e só chegou ao Brasil em 2010 pela Editora Record. Possui ao todo 6 livros intitulados: Gone (2008), Hunger (2009) , Lies (2010) , Plague (2011) , Fear (2012) e Light (2013). No Brasil, o livro Fear (Medo) está previsto para lançamento ainda esse ano (2014). Seus direitos de adaptação para TV foram vendidos para a Sony Pictures em 2013 e se espera que vire uma série de TV.

Fala basicamente sobre crianças (De 14 anos ou menos) desesperadas que, ao descobrir a ausência dos adultos (E dos pais), passaram a, ou vagar sem rumo ou a depredar e comer a maior quantidade de guloseimas que encontrassem pela frente. Passaram a ficar sem internet ou qualquer rede de comunicação e, pior de tudo, estão presos dentro do que consideram uma bolha, sem possibilidade de sair da cidade. Essa barreira, além de machucar quem tentar toca-la, isola qualquer visão do que está acontecendo do outro lado.

O centro disso tudo? A Usina Nuclear de Praia Perdida (Local onde tudo aconteceu). Em 1990, um meteoro cai na cidade e atinge a Usina, danificando uma das maquinas e arrastando para debaixo da terra material radioativo. A cidade foi fechada, a radioatividade contida, mas isso não sai da mente dos moradores até o momento. E, com isso em mente, os garotos Sam, Astrid e Quinn criam uma teoria de que talvez seja esse o motivo desta anomalia.

Alem disso, crianças acabam aparecendo com anomalias nada convencionais. A primeira apareceu contendo o "Poder" do fogo, outra tem poderes telecinéticos, e outra o poder de soltar luz pelas mãos. E não para por ai... a cada momento, mais e mais crianças aparecem e isso causa panico nos demais.

Como sobreviver a todas essas mudanças?

[CONTEM SPOILER]
*Comentário: Eu particularmente amei a série. Você consegue visualizar claramente o desespero de varias crianças que, acostumadas a ser guiada pelos pais, percebem que não sabem o que fazer. Um líder foi necessário para manter a ordem, e mesmo que Sam não estivesse disposto a ser o que precisam, no final ele conseguiu. Outro personagem que me marcou foi o Albert, um menino que, a pesar de tudo, tinha visão do futuro. Mente evoluída, visão para os negócios, ele acabou me chamando a atenção. Porem, o que mais me intrigou foi o Pequeno Pete. Uma criança autista, sempre sobre proteção da sua irmã Astrid, guarda um potencial e uma inteligência que ninguém imagina.

Espero que gostem do livro pois, a pesar dele fugir do meu estilo original de leitura, passou a ser uma das melhores série que já li.

0 comentários:

Postar um comentário

Ola! Tem alguma dúvida? Então comente...
Ficaremos felizes de saber a sua opinião e iremos lhe responder assim que possivel então... fiquem atentos. :D
Mas calma, chingamentos e palavrões não são permitidos ok?!
Bjinhos...