8 de março de 2013

Rosa Negra - Lizz Marsholl

Rosa Negra foi lançado em Janeiro de 2013 pela escritora Lizz Masholl. Possui 282 páginas.

OBS: Boa parte da estória foi tirada de situações da vida da própria escritora.

Tudo começou quando Elise (Uma menina totalmente desastrada que mora com sua amiga de infância Ellie) sai correndo de casa para não chegar atrasar no seu primeiro dia na tão aclamada loja Sexy. Com seu modo desajeitado (e ao descer do ônibus lotado) , ela acaba derrubando todos os seus documento no meio da rua. Ao tentar reunir todos eles, Elise termina atrapalhando o transito e causando revolta em vários motoristas (1 em especial que aparentava ser SUPER lindo e rico [Sonho de qualquer mulher, mas isso não vem ao caso]). Depois de algumas discussões (E de ser ajudada por um simpático senhor), ela consegue seguir em frente e chegar a tempo no trabalho.

Ao chegar lá, ser treinada e, posteriormente, ser designada a ficar (Temporariamente) no balcão, ela se esbarra, novamente, com o bonitão. Temendo não ser reconhecida ela tenta, sem sucesso, mudar de assunto sempre que ele fala “Não te conheço?”. Ao perceber que ele a tinha reconhecido e estava tentando ser o cliente “Mais difícil do mundo”, ela resolve dar sua cartada mortal e mostrar um vestido com todas as características que ele tinha proposto. Sem opções, ele resolve levar o vestido.

Nos próximos dias, Elise passa a ser treinada por suas colegas a levar os mínimos detalhes a sério como “O cliente sempre tem razão.” e como manter a “paciência” com certos... clientes. 2 dias depois do “Acontecido”, o misterioso rapaz novamente aparece em sua loja e, ainda mais, acena para ela como se fossem “Melhores amigos”. Primeiro, um velhinho meio “Tarado” lhe deu algumas cantadas e, após sair, entra esse rapaz.

Após perturba-la com sua presença e demonstrar um certo ar de “camaradagem” (O que deixou a protagonista beeem desconfiada), Elise acaba descobrindo, pela sua chefe, que ele é filho do maior Acionista da loja e que, futuramente, poderá ser o dono (Alem de levar elogios de sua chefe por demonstrar ser a funcionária “Preferida” dele). Após fazer algo em que é boa (Ser desastrada), nossa protagonista derruba várias camisas de uma determinada prateleira e é ajudada pelo Sr. Filler (Rapaz misterioso) e, depois disso, ele pede sua ajuda em uma tarefa (O que, logo de inicio, imaginamos ser uma armadilha).

Ao pedir para que ela verificasse o preço de um produto, felizmente, ela consegue escapar das garras desse homem e passar a tarefa para outra funcionária(Chamada Vanessa). Enquanto isso, sua chefe vem lhe chamar a atenção pois as planilhas que ela mandou Elise verificar estavam todas incorretas. Ao ver o rosto alterado de Elise, o Sr. Filler novamente retorna e pergunta o que tem de errado e se ela queria ajuda. Com isso, Elise termina tratando ele asperamente mostrando que, alem das planilhas incorretas e das prateleiras desarrumadas, ela teria muito o que fazer e não precisaria de sua ajuda. Ao ouvir isso, o Sr. Filler volta a falar com sua chefe por alguns minutos e depois se retira do recinto.

No final do expediente (Depois de passar 30 minutos do seu horário), Elise é chamada, mais uma vez, a sala de sua chefe. Chegando lá(E pensando que iria levar uma bronca por tratar mau seu futuro chefe), ela descobre que sua colega de trabalho Vanessa teria modificado as planilhas para incrimina-la e pede mil desculpas pelo inconveniente. Como ela descobriu? O Sr. Filler conversou com ela e contou que a viu mexendo nas planilhas.

Ao sair do trabalho, quem a espera do lado de fora da loja? Isso mesmo! O Sr. Filler todo galante e com seu Mercedes preto. Ao se apresentar formalmente como Caio, ele a convida para lhe dar uma carona até em casa. Após reusar o convite veementemente, Caio tenta outra vez e a convida para sair. Por insistir muito, Elise acaba dando seu numero a ele e, caso ele esteja realmente interessado, poderia ligar para ela e marcar com mais calma um almoço.

Chega o final de semana e nossa protagonista decide visitar seu pai (OBS: Sua mãe morreu a alguns anos). Ao chegar lá, ela tem um grande susto. Seu pai apareceu com uma nova namorada (O que a incomoda bastante). Após almoçar e ter algumas conversas (Meio que odiando a presença de sua futura madrasta) e, ao conversar sobre o noivo de Ellie (Apelidado por Senhor Pólen, demonstrando que ela tambem não gosta dele), ela recebe uma ligação do seu queridíssimo Caio, que a convida para jantar nesse mesmo dia.

Cheguando em casa, ela vai logo se preparar. Ao tentar se arrumar para o “encontro”, o chuveiro literalmente pega fogo, ela escorrega várias vezes e quase se atrasa (O que não seria nenhuma novidade se tratando dela). Chegando no lugar marcado,  eles entram no carro, conversam um pouco e, quando já estavam chegando ao local secreto (Pois ele não quis dizer para onde eles iriam), Elise descobre que Caio a levou para um bar onde ela conhecer seus amigos. Inicialmente ela fica um pouco constrangida na presença deles mas, no final, acaba se soltando. Ao leva-la para casa, ele tenta (Sem sucesso) beija-la e a convida para outro encontro no próximo final de semana.

No outro dia, Elise termina que dormindo “mais do que o esperado” e quase se atrasando para o “Tão importante jantar” que sua amiga estava preparando para ela e o Senhor Pólen. Depois de pronta, ela descobre que, o motivo do jantar é que eles finalmente marcaram a data do casamento (E ela seria a madrinha) e, alem dessa ótima noticia, que seu pai (junto com toda a família) estavam a caminho para comemorar (O que não era nada animador em todos os sentidos).Todos chegam a festa e Elise (Com o papel da madrinha) faz de tudo para cumprimentar a todos os convidados com um sorriso no rosto e, assim que possível, ela consegue escapar para o 2º andar da casa (O único local longe da civilização).

Novamente, imagina quem inventa de aparecer? O Sr. Caio Filler com toda sua elegância. Quem deixou ele entrar? Sua queridíssima amiga. Motivo para seu aparecimento? Convida-la para outro jantar.

Como viu que já estava havendo um belo banquete lá em baixo, ele decide ficar alem de conseguir convence-la a descer com ele. Lá em baixo, ele termina se entrosando com todos os convidados e, no final da festa, Elise acaba descobrindo que ele pediu ao pai dela sua mão em namoro (E foi bem sucedido). Fim de festa, todos vão para casa e finalmente ela cede e da um beijinho nele de despedida.

O que será que esse belo homem estaria tramando? Esse namoro irá realmente dar certo? Leia e confira...

Para os que conseguiram ler até o final... Parabens! Sei que falei demais mas fico feliz pela paciencia que tiveram. Agora vai o comentário sobre o que achei do livro:

*Comentário: Confesso que já faz um bom tempo que não leio um livro somente de romance e, por esse motivo, tenho a impressão que isso irá refletir na minha avaliação geral. Achei a personagem interessante: desastrada, engraçada (em alguns momentos) e bem... inocente (Demais para o meu gosto :x). O enredo da estória é interessante porem, chega em momentos que se torna um pouco "Surreal" (Pelo menos pra mim que esta passando pela fase da música Ódio - Luxúria xD ). A pesar disso, muita coisa que acontece no livro (E até atitudes) também aconteceram comigo. Não vou dizer que foi "O melhor que já li", mas, para inicio, ele é bem interessante. Para as apaixonadas por romance, vale a pena ler ;)

Abaixo vai a sinopse:

* Sinopse:  "Elise agora recomeça sua vida depois da perda de sua mãe. Sua primeira iniciativa foi mudar-se para a casa da melhor amiga e até arranjar um emprego, porém depois de alguns amores elas se descobre e vê que o mundo não é como ela imaginava. Na verdade ela pode ser surpreendentemente diferente como rosas negras."


0 comentários:

Postar um comentário

Ola! Tem alguma dúvida? Então comente...
Ficaremos felizes de saber a sua opinião e iremos lhe responder assim que possivel então... fiquem atentos. :D
Mas calma, chingamentos e palavrões não são permitidos ok?!
Bjinhos...